TV JCN: 12ª CAMINHADA DOS PEREGRINOS DE NOSSA SENHORA DOS REMÉDIOS 2016

25 de maio de 2014

MORREU EM CARNAÚBA DOS DANTAS O CINQUENTENÁRIO ADMINISTRADOR DO MONTE DO GALO

Faleceu no comecinho do dia (24), por volta das 00:30min, na cidade de Carnaúba dos Dantas o Sr. Antonio Felinto Dantas, 95 anos de idade, cinquenta e cinco deles dedicados a administração do Santuário de Nossa Senhora das Vitórias, mundialmente conhecido como Monte do Galo.

A missa de corpo presente será realizada amanhã (25), lá na Capela de Nossa Senhora das Vitórias, no sopé do Monte do Galo e, em seguida, o seu sepultamento no cemitério público municipal.

Durante 55 anos (1953-2008) de sua vida Seu Antonio Felinto foi administrador do Monte do Galo, muito mais que isso, foi um cuidador que além de preservar o que havia sido feito antes dele transformou esse grande monumento religioso numa grande estrutura que anualmente recebe milhares de romeiros e turistas de todas as partes.

É impossível visitar o Monte do Galo sem pisar ou tocar em algo construído por aquele homem; não se pode tocar na Praça dos Romeiros, entrar na Capela de Nossa Senhoria Perpétuo Socorro ou visitar o Museu Nossa Senhora das Vitórias sem pensar em Seu Antonio Felinto; sabe a estradinha que dá acesso ao cume do Monte do Galo, protegida por um extenso parapeito?. Foi obra daquele administrador. Preocupado com o bem estar dos romeiros, Seu Antonio construiu banheiros e a Pousada dos Romeiros, através da Diocese de Caicó.

Na sua gestão Seu Antonio Felinto não deixou de aperrear os prefeitos do município em busca de melhorias para aquela localidade, era quase que uma exigência e 'ai' daquele que discordasse do respeitado administrador.

Os investimentos no complexo religioso do Monte do Galo foram feitos com recursos da própria arrecadação fruto de doação dos romeiros e tão bem geridas pelo cinquentenário administrador. 

A própria comunidade do Bairro Dom Adelino Dantas, muitos terrenos foram doados do patrimônio pessoal de Seu Antonio Felinto, para que as pessoas pudessem construir as suas casas. Sabe aquela escola municipal denominada de Cônego Ambrósio e Silva? O seu imenso terreno foi doação pessoal de Seu Antonio Felinto. 

A história de Seu Antonio Felinto se confunde com a História do Monte do Galo. Não se pode falar naquele patrimônio religioso sem falar no velho Antonio Felinto.

Nos seus 60 anos de matrimônio com sua esposa Dona Maria (in memoriam) foi gerada uma grande família entre filhos e filhas que floresceram numa bonita árvore que só faz aumentar os seus frutos, cujo legado do patriarca é o trabalho, honestidade e amor aos seus familiares e amigos.

Seu Antonio Felinto sai do seu convívio familiar e comunitário para entrar para a História do município e região.

Nenhum comentário: