TV JCN: 12ª CAMINHADA DOS PEREGRINOS DE NOSSA SENHORA DOS REMÉDIOS 2016

3 de fevereiro de 2016

DENGUE, CHIKUNGUNYA E ZIKA SÃO OS ALVOS DA “FORÇA TAREFA” NO COMBATE AO MOSQUITO AEDES AEGYPTI EM CRUZETA


Considerando o período chuvoso e a incidência do foco dos Mosquitos Aedes Aegypti, a Prefeitura Municipal de Cruzeta, por meio da Secretaria Municipal de Saúde vem a público alertar a população sobre o perigo da dengue. A doença que já não é mais novidade para ninguém ganha força no período de chuva onde é mais fácil o acúmulo de água em pneus, garrafas e outros recipientes vulneráveis a proliferação do mosquito.

A melhor forma de se evitar a dengue é combater os focos de acúmulo de água, locais propícios para a criação do mosquito transmissor da doença. Para isso, é importante não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água, tambores, latões, sacos plásticos e lixeiras, entre outros.

Os riscos de transmissão da doença aumentam no verão. Com o calor e as chuvas frequentes a reprodução do Aedes Aegypti fica favorecida, o mosquito que está ainda mais perigoso é também responsável pela transmissão da Zika e Febre Chikungunya e deve ser combatido sem tréguas. Assim como a dengue, a Zika e Chikungunya provoca febre, dor de cabeça, dor atrás dos olhos e dores ainda mais fortes nas articulações.

“Com esses cuidados, a população reduz o risco de ter mosquito dentro de casa e, consequentemente, o risco de transmissão de Dengue e a Febre Chikungunya e vírus da Zika”, enfatiza a Secretária de Saúde Alexandra Régio.

Nenhum comentário: