TV JCN: 12ª CAMINHADA DOS PEREGRINOS DE NOSSA SENHORA DOS REMÉDIOS 2016

25 de junho de 2016

ROGÉRIO MARINHO ESPERA REPÚDIO DOS BRASILEIROS AO PT NAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS‏


Numa demonstração do forte envolvimento de petistas com o esquema de corrupção na Petrobras, o chamado “Petrolão”, já chega a dez o número de ex-ministros da presidente afastada Dilma Rouseff que são investigados pela Polícia Federal no âmbito da Operação Lava Jato. Os ex-ministros Paulo Bernardo (Planejamento) e Carlos Gabas (Previdência), alvos da Operação Custo Brasil – uma das ramificações da Lava Jato – foram os últimos a entrar na lista de petistas envolvidos em denúncias de irregularidades. Outros oito ex-ministros próximos da petista estão sendo investigados pela Justiça: Antonio Palocci, Erenice Guerra, Gleisi Hoffmann, Aloizio Mercadante e Jaques Wagner (todos da Casa Civil); Guido Mantega (Fazenda); Ideli Salvatti (Relações Institucionais); e Edinho Silva (Secretaria de Comunicação Social).

Para o deputado federal Rogério Marinho (PSDB), está sendo desnudado um esquema criminoso que se apropriou do país e mostra o grau de deterioração moral que os governos do PT se envolveram. “O pior de tudo é que isso levava todo o país à reboque. Um grupo político, um partido que se apropriou do país durante 13 anos com um projeto de continuar no poder. Esse era o único projeto e, para isso, valia tudo, desde desviar recursos da principal empresa do país e praticamente quebrá-la, que é o caso da Petrobras, a desestruturar o setor elétrico nacional até retirar recursos de aposentados e pensionistas na obtenção de empréstimos consignados”, criticou o parlamentar.

Nenhum comentário: